Arquivo | Sem categoria RSS feed for this section

O LEGAL SERIA…

7 jun

O legal seria se as pessoas tivessem ideia de quanto uma palavra pode fazer diferença na vida da outra. Se as pessoas se empolgassem ao falar bem das outras tanto quanto ao criticá-las. O legal seria se as pessoas não soubessem o seu ponto fraco. Se as pessoas se castigassem menos quando alguma coisa não saiu como no planejado. O legal seria se pudéssemos confiar inteiramente nas pessoas independente do que passou. O legal seria se eu não fosse visto o tempo todo como o grande vilão da história, e que as pessoas parem pra pensar, pelo menos num milésimo de segundo como o outro está se sentindo. O legal seria se déssemos menos importância a quem nos dá menos importância. Que os sincericídios sejam menos cometidos.
Que as pessoas parassem pra pensar mais nas outras, sem egocentrismo.
Breno Ribeiro

Anúncios

Invasão de privacidade

21 maio

Uma coisa que tira qualquer um do sério é quando alguém está querendo saber um pouco mais do que ela deve sobre você, é como aquela antiga frase “Deus fez a vida pra cada um cuidar da sua”.
Uma estudante americana teve seu celular confiscado pela escola, que bisbilhotou as fotos do aparelho e o entregou à justiça por conter imagens de pessoas nuas, isso porque o celular estava sendo usado dentro de sala de aula, violando assim as regras do instituto.
Mas eu fico me perguntando onde a ética das pessoas vão parar. Sim, porque apesar da aluna estar errada, e eu não nego isso, é um absurdo por parte da escola bisbilhotar coisas intimas da menina.

“Essas fotos eram extremamente privadas e não eram para ser vistas por mais ninguém. O que eles fizeram foi o equivalente a me espionar pela janela do quarto” – ALUNA

A REPORTAGEM COMPLETA, VC ENCONTRA NESSE LINK DO G1/Globo

E vc, o que acha disso?

Que seja FIEL enquanto dure!

18 maio

Será possível que em pleno século XXI as pessoas ainda possam viver muitos anos com o(a) mesmo(a) companheiro(a)? É difícil acreditar em monogamia, eu particularmente não acredito que possam existir casamentos que durem, por exemplo, 40 anos, e que neles não existiu nenhuma amostra de infidelidade. Alias acredito até que a formula da longevidade do casamento é justamente buscar novas experiências, o que inclui a traição. Mas enfim, como contraditório que sou, também acredito que quando se ama, não há barreiras e enfim, sem mais melodramas, a relação pode dar muito certo apesar da rotina e do tempo. Acredito ainda, que a melhor solução pra quando um relacionamento não está mais dando certo é, sem mais delongas, terminar; por mais doloroso que possa parecer, tudo na vida passa e quando mais tempo for investido em uma relação sem sucesso, mas desgastante fica a vida dos dois. E ainda temos uma outra opção, que aliás achei até muito curiosa a opinião da V.A, uma fotógrafa de 26 anos, leitora da revista que publicou uma matéria sobre monogamia, ela disse o seguinte: “Sempre há deslizes. Amo o meu namorado e ele diz que me ama. Se fizer algo de errado (traição), eu não quero saber.”

E você, qual sua opinião sobre infidelidade e o que é melhor; fingir não estar sendo traído para levar pra frente a relação ou terminar com ela assim que ver que não está dando certo?

Yes, we can!

19 fev

Quando o coração pode falar, não há necessidade de preparar o discurso. (Gotthold Ephraim Lessing)

Siga-me no twitter: @bybrenoribeiro

Yes, we can

10 fev

O beijo é um truque delicioso arquitetado pela natureza para interromper a fala quando as palavras se tornam supérfluas.
Autor desconhecido

Siga-me no twitter: @bybrenoribeiro

Yes, we can!

4 fev

A ambição é como a fome. Sua única lei é seu apetite. (Josh Billings)

The Best Friends

29 jan

Amigo é uma coisa complicada né. Quando nos reunimos pra fazer aquela farra é a maior alegria, mas quando tudo acaba parece que tiraram uma parte do nosso corpo e que essa parte não se vai se regenerar enquanto eles não voltarem. É interessante como as pessoas teimam em correr atrás do sucesso profissional, e às vezes se esquecem que tem amigos. Tudo tem que ser balanceado, medido na dose certa. Os desejos de conquistas fazem parte da vida sim, mas com quem comemorar depois que tudo estiver às mil maravilhas? Por que os sucessos, os fracassos e os amores, esses passam pela vida da gente e vão embora, mas os amigos, esses não se separam nunca. São como gêmeos siameses; parece que nasceram grudados, predestinados a viver a vida um do outro a todo o momento. São como animais selvagens que protegem seus filhotes do mundo e dos acasos dele. São como travesseiros de pena de ganso, dos mais caros e confortáveis possíveis, que além de servir de apoio pra cabeça, serve também para acolher a lágrima que derrama e para ouvir nossos desabafos apesar de terem também seus próprios problemas. São praticamente como o casamento sem divórcio, mas com brigas e discussões, pois amigos de verdade discordam um do outro e discutem pra ver quem tem mais razão. São como professores e psicólogos, que nos indicam o caminho certo a qualquer hora do dia ou da noite. São assim, braços e pernas, cabeça e coração, partes indispensáveis, que se forem tiradas de nossa vida, ela acaba ou na melhor das hipóteses causam grandes seqüelas.